Blog liberto a público de arte abstrata-concreta, literatura mundana, jornalismo experimental e direito cotidiano. ¡Pensare reactivus est!

sábado, 30 de junho de 2007

Popôcos da Festa Junina, he hem!

Fogos, Fogueiras e Folguedos


Ah, Potycabana fantástica! Teu piso quase encarca com tanta folcloridade que por este mês adentrou sobre tuas lajes e lajotas! Esse parque é de longe um dos mais lindos e arquitetonica e engenharisticamente corretos do Brasil: quer lugar mais ameno e propício a eventos que esse, à beirada do Poty?
Em termo geral, o Festejo Junino do Piauí é tradicionalmente vanguarda e peculiaridades zil. Este ano, tivemos além das apresentações de grupos estaduais folclóricos com seus compadres e suas comadres, bois e reisados, as famosíssimas quadrilhas & marchinhas e shows típicos de cada região visitante do encontro nacional.

Mas vamos fugir do óbvio, rebatido e trivial: que tal fazer outro roteiro? Em Teresina mesmo, por exemplo: temos no Poty Velho uma festança de encher a pança e fazer muita lambança também! Lá é que a folia rola regaliada ao mais rústico e natural toque, remelexo e sabor popular! Tem dança de todo jeito, daquelas antigas, de longe...Pessoas que realmente mantém hábitos e constróem um folclore sem mistérios mas sem interferências abruptas nem incivilizadas também, como alguns "artistas" por aí fazem e à toa destróem sem pensar no patrimônio cultural que perdem as crianças que aí ficam chupando o dedo.

Avalio ser muito necessária também a brincadeira nas casas, ruas, escolas e praças com o que cada comunidade tem de especial; valorizar e enfeitar o que nos é original - não só esse boi e essas máscaras de carrancas. Fico muito contente mesmo é com os molecotes soltando pipas, as meninas bordando estampadas rendas e todos comendo cocada e quebra-queixo, pulando a fogueira e encenando, cantando e dançando modinhas caipiras sertanejas, pois nossa capital tem quase todo mundo de origem rural, ora mais!

Todavia, para não ser um perfeito pé nos entrepernas do cidadão, admiro o trabalho de quem faz toda uma história de festejança de massas humanas e vive esbanjando felicidade sincera como é o povo que promove a cultura daqui! o Brasil inteiro agradece sempre que lembrarmos: preservem o folklore brasileiro!

Tan-taran-taran taran Tan-taran-taran taran Tan-taran-taran taran...
Paran ran ran; paran ran ran ran; paran paran paran pa-ra-ran; paran ran ran..
Cuidado com o balão desembestado! Olha a chuva! Olha a colheita! Olha o solzão!
Share/Bookmark

3 comentários:

Carlos Rocha disse...

Parabéns por explorar outros assuntos além da Potycabana, mas atualmente esse parque está de dar dó de tão mal cuidado.
Falou!

Bruna Coimbra disse...

Eu concordo com o comentário anterior. Sua abordagem foi muito bem feita, sim. É bem verdade que o Parque esteja em condições não muito boas, isso é uma pena. É uma pena, mas não devemos nos conformar com isso. É direito do cidadão ter espaços para lazer, mas também é nosso dever preservar.
Beijos, meu amigo!

daiane_rufino disse...

Parabéns pelo texto... muito bom